RH

MULHERES NA CATERPILLAR

A PRIMEIRA MULHER NA ÁREA DE TRATAMENTO TÉRMICO... Rosângela Calderan - Unidade de Piracicaba

“Vou fazer um curso de solda”, decidiu Rosângela da Silva Calderan há 10 anos, surpreendendo familiares e amigos, quando ainda trabalhava como empregada doméstica. Sempre disposta a encarar desafios, Rosângela iniciou seu curso de solda no SENAI Piracicaba e guardava consigo o sonho de trabalhar na Caterpillar.

Depois de três anos de experiência na área e sempre buscando se aperfeiçoar, em 2012, Rosângela começou a trabalhar na área de solda da Caterpillar – Unidade de Piracicaba, onde ficou por um ano e meio.

Em 2013, aproveitou a oportunidade e o desafio de ser a primeira mulher a trabalhar na área de Tratamento Térmico, no processo de indução, onde está até hoje e se sente em família com a equipe.

Desbravando novos campos, Rosângela aconselha todas as mulheres a aproveitarem as oportunidades e desafios na empresa, buscando sempre mais conhecimento e profissionalização.

 

MUITA LUTA E DETERMINAÇÃO... Rosilda Frois - Unidade de Campo Largo

Desde que entrou na Caterpillar, na Unidade Campo Largo, em abril de 2012, a mecânica de produção – team leader, Rosilda Frois, tem por objetivo fazer a diferença ao colaborar com o crescimento da empresa. Assim, Rosilda buscou aproveitar todas as oportunidades de aprendizado nas áreas que já atuou na empresa.

Rosilda conta que um dos momentos mais importantes da sua carreira foi a participação como representante de equipe no projeto 6Sigma para redução de retrabalho. Quando o projeto foi iniciado, em 2014, a Unidade gastava cerca de R$ 21 mil em refugos. O grupo conseguiu reduzir o valor para R$ 5 mil.

A determinação e dedicação de Rosilda refletem também em sua vida pessoal, quando precisou fazer um tratamento contra um aneurisma no cérebro e, segundo conta, recebeu um milagre. “Uma pessoa que teria menos tempo de vida se tornou uma mulher que dá valor a cada minuto”, reflete.

 

ATIVIDADE DE MULHER TAMBÉM... Marineia Ançay - Perkins

Desde 2010 na área de Logística, a assistente no processo de recebimento, Marineia Ançay, começou sua carreira na linha de montagem da Perkins, em 2003.

Atuando em uma área que ainda hoje é predominantemente masculina, Marineia mostrou-se uma profissional competente. “Algumas vezes precisei fazer o que achavam que não iria conseguir”, relata.

Além disso, como comenta seu gestor, Sérgio Bender, Marineia busca se aperfeiçoar e aplicar melhorias no seu trabalho diariamente. “Proativa, ela busca informações adiante, questiona o dia a dia e tem uma visão do todo. Isso é muito importante para a área”, avalia.